h1

É preciso lembrar os Poetas, porque escrevem assim…

Dezembro 23, 2005

É preciso lembrar os Poetas, porque escrevem assim…
Eis um poema de que gosto muito, il est temps d’ échanger des plaisirs…


Do indizível – Pequenas coisas

Falar do trigo e não dizer
o joio. Percorrer
em voo raso os campos
sem pousar os pés no chão. Abrir
um fruto e sentir
no ar o cheiro a alfazema. Pequenas coisas,
dirás, que nada significam perante
esta outra, maior: dizer
o indizível. Ou esta:
entrar sem bússola
na floresta e não perder
o rumo. Ou essa outra, maior
que todas e cujo nome por precaução
omites. Que é preciso,
às vezes,
não acordar o silêncio.

Albano Martins

2 comentários

  1. São sempre bem-vindos os poetas, as suas palavras…

    Que tenhas um Bom Natal, um Excelente Ano Novo com muita alegria e carinho!

    Beijo grande🙂


  2. Obrigada. O mesmo para ti… a dobrar, mais vale sobrar que faltar!:)



Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: