h1

Eu ainda sou do tempo em que nadava, neste mar,…

Janeiro 5, 2006

Eu ainda sou do tempo em que nadava, neste mar, estrada Atlântica sem contra-mão… Era o tempo do Tudo e ir ao fundo e voltar precisava-se. E agora… nado ou Nada? Agora vivo o Tempo, sabendo que outros Carreiros espreitam. Eis o que me fez pensar a C. comentário com canção associada.

2 comentários

  1. Viver. Com tudo e nada. Dentro dos limites de um mar azul. Ou fora. Num mar excessivo, às vezes. Excessivo de azul. Excessivo de tudo. Ou de nada. Porque, como diz a mesma canção, “a vida não ‘tá certa nem errada”. E com um mar azul…


  2. Continuo a nadar no Atlântico, sempre com a cabeça de fora!
    mergulhar nunca consegui… (não devo pertencer ao tudo ou nada)

    Bj😉



Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: