h1

Talvez por ter diante de mim uma parede pintada …

Maio 16, 2006

Talvez por ter diante de mim uma parede pintada de creme, que para uns é amarelo torrado, para outros apenas parede, lembrei-me deste poema que gosto , porque me faz percorrer locais que são do meu agrado…como o da foto…

Entrei no café com um rio na algibeira
e pu-lo no chão,
a vê-lo correr
da imaginação…

A seguir, tirei do bolso do colete
nuvens e estrelas
e estendi um tapete
de flores
a concebê-las.

Depois, encostado à mesa,
tirei da boca um pássaro a cantar
e enfeitei com ele a Natureza
das árvores em torno
a cheirarem ao luar
que eu imagino.

E agora aqui estou a ouvir
A melodia sem contorno
Deste acaso de existir
-onde só procuro a Beleza
para me iludir
dum destino.

José Gomes Ferreira

4 comentários

  1. para uns é amarelo-torrado, para outros é só parede… e poeta és tu


  2. Quero acreditar que a poesia está tb. na interacção entre o que olhamos e o nosso olhar. Quando estamos muito cansados ou não conseguimos seguir o olhar da poesia…ou então sorrimos-lhe…


  3. Hhaaammmaaaa… Ode se arranja a bejeca e o petisco?


  4. O petisco e devido acompanhamento arranja-se em Lisboa, ainda, com alguma facilidade. Há os bons, os menos bons, os muito bons, os excelentes e os não-comestíveis.



Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: