h1

Contas? É melhor não…

Dezembro 9, 2008

Perante uma estranha incapacidade que parece ter tomado conta de mim, decidi aproximar-me dos montes de papéis arrumados em capas coloridas.

Comecei a somar: setenta vezes três, mais 19. Parei, o ritmo cardíaco não obedecia aos pedidos do cérebro. Ainda tantas páginas para corrigir, ler… fui tentar passear nas entrelinhas mas quando o cérebro coxeia, caminhar não é um exercício aprazível.

O que antes fazia com a surpresa maravilhada de querer saber (teriam conseguido, compreenderam o essencial, não estão perdidos, gostam?) tornou-se tarefa obrigatória e cansativa demais por exaustão e tanto cansaço semeado de preocupações. É o que dá fazer contas!

Nada como ir até ao ponto mais afastado da mesa de trabalho, numa tentativa última de conseguir distância de tudo o que magoa.  Assim, por momentos consegue-se ouvir a música, o ressonar dos gatos e o crepitar do fogo. Amanhã terei trabalho extra, hoje vou praticar a arte da fuga temporária, não tenho ilusões, apenas uma dúvida: quando será que a arte da fuga me levará com ela, misturada no rol das coisas boas e das que não têm valor?

One comment

  1. NÃO DESANIME. AINDA BEM QUE TEM COISAS BOAS NA SUA VIDA: MÚSICA, GATOS E FOGO.



Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: